Iuris Naturis

Um Blog muito Natural e amigo do Ambiente com o principal objectivo de racionalizar os seus visitantes.

sexta-feira, agosto 05, 2005

Esclarecimento sobre o novo Aeroporto da Ota
O Blog Iuris Naturis adere também ao pedido que está a ser feito pelos vários Blogs (entre eles o Iuris) para esclarecimento de dúvidas sobre a construção, planificação e elaboração de estudos ambientais na Ota. Pedimos ao Sr. Primeiro-Ministro que se explique de uma vez por todas sobre esta matéria que levanta discussão.
O Iuris Naturis agradece e pede a colaboração dos vários Blogs de direito para que também adiram.

quinta-feira, agosto 04, 2005

Férias

O IURIS NATURIS vai parar por uns tempos. A sua autora, Naturis, irá fazer uma pausa para recarregar baterias. Até lá podem ir postando comentários e lendo as suas matérias. A todos um resto de Verão em grande e por favor não se esqueçam do ambiente. A luta contra a poluição não tem férias!
ppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppp
Por um mundo mais verde.
pp
Catarina Amorim


Fogos em Portugal

Mais uma vaga de incêndios anda a aterrorizar Portugal neste tórrido verão de 2005. Parece impossível que não se tomem medidas drásticas para acabar com este flagelo que todos os anos se repete nas zonas florestais do nosso país. Não há nenhum ano que não se ouça em Portugal uma triste noticia sobre um incêndio que devastou uma determinada área no continente.
ppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppp
A culpa não é só do Governo. É também de cada um. Todos nós(cidadão comum) devemos ser responsáveis pelo nosso espaço. Falo pois na limpeza e manutenção dos espaços verdes. É uma utopia querer as matas todas limpas, mas é uma exigência mínima ter os locais estratégicos (do estado e particulares) limpos, designadamente: bermas de estradas, caminhos, estradões corta-fogo e áreas à volta de habitações. Esta situação resulta também do envelhecimento e desaparecimento das povoações.
ppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppp
Negligência, é a maior das causas provavelmente. Agricultores, veraneantes, caçadores, automobilistas, fumadores, construtores e todas as pessoas em geral devem estar atentos. A verdade é que não há o cuidado necessário e suficiente, o que nos remete para a cansada discussão da educação e civismo do povo português.
ppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppp
A acção criminosa, que julgo ser maior e mais importante que os resultados de investigações e algumas correntes querem fazer crer. A justiça também não ajuda, como não ajuda a nada neste país. Para os incendiários, no mínimo, deveriam existir penas de 20 a 25 anos de prisão, com trabalho de limpeza de matas incluído.
pppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppp
Há uma teoria, quanto a mim muito realista, sobre as causas que originam estes incêndios. Tudo me leva a crer que quem incendeia as florestas em Portugal são os caçadores que praticam a caça nos meses destinados a este ?desporto?. Os caçadores necessitam de espaços minimamente desimpedidos para conseguir penetrar na densa floresta para que a caça seja suficientemente proveitosa. Ora, com o crescimento constante da mata isso torna-se impossível. Nada melhor do que fazer uma ?pequena limpeza? ao terreno, incendiando-o! Apenas se esquecem de um pormenor, se a floresta fica sem flora também irá ficar sem fauna, logo as espécies diminuem dificultando este ?desporto? tão pouco ambientalista.
pppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppp
Uma solução possível será a proibição total da caça em Portugal tal como está a acontecer no Reino Unido quanto à caça da raposa. No nosso caso, o melhor seria proibir a caça em geral, para bem da comunidade e também da fauna!
Por um mundo mais verde.

web tracker