Iuris Naturis

Um Blog muito Natural e amigo do Ambiente com o principal objectivo de racionalizar os seus visitantes.

sábado, março 18, 2006

Circo de Celebridades? Ou circo dos horrores?

Queria começar por opinar acerca de um tema tão recente e que é o Circo das Celebridades, programa que será emitido pela TVI já a partir deste fim de semana.
Ora é sabido que os circos são uma forma de tortura para seres vivos que ficam confinados a longos dias em pequenas jaulas, quando no seu habitat viveriam livres e em amplos espaços. Mas a tortura não se resume a isso. Há ainda as picadelas com ferros de pontas afiadas, as já conhecidas chicotadas, animais que só são alimentados quando se portam bem, e um horário de trabalho de várias horas. Tudo em nome do espectáculo! É conhecido o caso em que, há alguns anos atrás, um elefante se conseguiu soltar e fugir de um circo a meio do seu acto. Foi o terror nas ruas, pânico esse terminado com o abate do animal. Como pode um animal pacato transformar-se numa besta perigosa? Culpa do homem, dos maus tratos, da falta de leis de protecção animal, da tradição ( ou será do lucro?)? Foi chocante o cenário de um elefante desnorteado e as pessoas a gritar.o animal é chamado de selvagem. mas, e quem o chicoteou? Quem o amarrou? Quem o tirou do seu habitat e ignorou as suas necessidades mais primárias? Quem tentou fazer de um ser naturalmente selvagem um fantoche ridículo? Esses são só seres humanos.
É sabido também dos vários vídeos e fotos, que circulam na web e que foram noticiados nas estações televisivas, com imagens de uma conhecida personalidade ligada ao circo a ensinar animais através de práticas dolorosas ( Esta informação não é minha, foi retirada do seguinte site http://pt.indymedia.org/ler.php?numero=71854&cidade=1e está espalhada por vários outros sites) .
Muito me questiono acerca da palavra humanidade, quando cada vez vejo mais desumanidade. As associações de protecção animal, tão conhecidas pelo seu radicalismo (?!), já se apressaram a tentar impedir o programa de ir para o ar através de pressão junto das celebridades participantes, no entanto parece que nada conseguiram, a TVI vai meter uns trocos ao bolso e os animais não sofrerão mais do que aquilo a que já estão habituados. As pessoas verão o programa qual fast food televisiva e atrofio para a mente. Teme-se que, se o programa tiver sucesso em Portugal, haja cópias em outros países, o que significa sofrimento de mais animais. Teme-se também que um espectáculo decadente e em decadência como é o circo volte a entrar na moda. Nada nos garante que os animais são bem tratados, mas duas coisas todos nós já vimos: o tamanho das jaulas e animais que actuam ao ritmo das chicotadas.
As pessoas têm que entender que os leões, elefantes e os macacos foram feitos para viver em savanas ou florestas, para correr, caçar, serem livres. Têm que deixar de levar as crianças ao circo para verem os ursos bailarinos porque aquilo definitivamente não são Ursos, são uma sombra triste e humilhante de um animal. E temos que ensinar às nossas crianças que os ursos verdadeiros não sabem dançar.
Esperemos que um dia ainda possamos dizer aos nossos filhos que os leões vivem em savanas e não em tendas de circo. E que tenhamos consciência que as maldades não são culpa das pessoas que as cometem, mas sim de todos os outros que inocentemente (?) pagam o preço do bilhete, que serve para comprar os chicotes.
Queremos um circo com palhaços, trapezistas, mágicos e contorcionistas. Só.
Ainda faltam umas horas para a estreia, pode ser que tenha havido bom senso, e que os animais fiquem à porta.

erva-verde (Filipa Araújo)

web tracker